Saturday, August 16, 2008

FRONTEIRAS, DELÍRIOS E HORIZONTES


I
CACHOEIRA DE MIM
CORRENTEZA DO MUNDO
FLUXO DA SABEDORIA
DESLIZANDO PRA DENTRO DA ALMA
O ESTÔMAGO DA TERRA
O PENSAMENTO ORGÂNICO
A FOME
O DESLUMBRAMENTO
ETERNA CRIANÇA
QUE BRINCA DE CONGELAR O TEMPO
A CADA FRAGMENTO DE EXISTÊNCIA
SIMPLESMENTE DEIXAR-SE IR
INOCENTE E ENTREGUE
AO ACASO.

II

PEDRAS
TUDO SÃO PEDRAS AO SOL
TUDO É SOL
TUDO É PEDRA
RASGANDO OS CAMINHOS AO MEIO
ESPALHADAS NAS MONTANHAS
MONTANHAS SÃO CAMINHOS PARA AS ALTURAS
PEDRAS, CAMINHOS, ALTURAS
HABITADAS POR ANIMAIS SOLITÁRIOS
SENHORES DA TARDE
IRMÃOS DO CALOR
OS OLHOS SE LANÇAM
AS PALMEIRAS DANÇAM
OS TAMANDUÁS POSAM
PARA A RETINA DA BELEZA
TAMANDUÁS SÃO BELEZAS
QUE DESAFIAM A RETINA
DIONISÍACA ORGIA DO ABSURDO
AO ALCANCE DOS DEDOS
NO OLHO DO FURACÃO
O TURBILHÃO DA MENTE
SERPENTES
PEDRAS
BICHOS
GENTE
SOMOS TUDO ISSO
E O ISSO É TUDO
O TUDO É O QUE SOMOS
O QUE HÁ É ISSO
SOMOS O QUE HÁ
O QUE HÁ É TUDO.

III

BURACOS NA ESTRADA
SÃO PORTAIS PARA O ÚTERO DA TERRA
O SOL NAS MONTANHAS
SÃO ESPELHOS DA PERFEIÇÃO
JOGADA NA CARA DO SEGUNDO
FULLGÁS, ETERNO
O SEGUNDO FICA
OS BURACOS PASSAM
O SOL É UM PORTAL
NO BICO DO PEITO DA MONTANHA
OLHA SÓ O SOL
O SOL SÓ
NO BICO DO PICO DO TOPO
A MONTANHA FICA
OS PENSAMENTOS PASSAM
A MENTE É UM PORTAL
NO BICO DO PICO DO TOPO DO ENTENDIMENTO
CONTEMPLAR JÁ BASTARIA
ENTENDER ENTÃO
É DIVINO.

Gean Queiroz...fronteira Brasil/Venezuela...2008

1 comment:

Mulher de A a Z said...

Ardente e profundo!Gostei. Parabéns!