Tuesday, June 26, 2007


UMAS VERDADES INCONVENIENTES E ALGUMAS MENTIRAS INOFENSIVAS,
I DON’T GIVE A SHIT


Bom, eu tenho algumas revelações muito importantes para fazer neste momento, as geleiras da Antártida estão derretendo, o oceano vai invadir os continentes e bilhões de pessoas irão morrer, pronto, falei, não adianta entrar em pânico se você é mais um hipócrita que finge se importar com isso e não faz nada pra diminuir o índice de poluição no mundo e o buraco da camada de ozônio, e também nunca fez o exame de HIV e enche a cara constantemente e trepa com qualquer um sem camisinha e parou de falar com seu vizinho viado quando ele começou a ficar esquelético e prefere dizer pra todo mundo que ele morreu de uma ”doença rara” do que contar a verdade, pronto, falei, a hipocrisia me enoja, tô assim hoje, odeio mentiras, e tem mais uma coisa, vou falar tudo agora, eu e Frodo estamos tendo um caso, não tem jeito, minha vida amorosa é uma coisa bizarra, na verdade se é pra falar, vou falar logo tudo, Frodo e Hank são a mesma pessoa, Hank é a identidade secreta que Frodo assumiu depois que ”O senhor dos anéis” faturou milhões e ele não podia mais passear em nenhum bosquezinho sossegado, então ele fugiu pro Brasil, e foi lá que a gente se conheceu durante o carnaval no meio da Banda de Ipanema, numa estranha coincidência, quando Frodo estava fantasiado de Bruxa má do leste e eu de Dorothy, foi amor instântaneo e nunca mais nos separamos, pronto, falei, quem não acredita em duendes, ou que é possível se apaixonar durante o carnaval, ou ainda repete por aí que trepar com camisinha é o mesmo que chupar bala com papel, ou nunca ouviu falar em camada de ozônio, que se foda. Sei que estou aqui feliz ao lado do meu herói encantado, vivendo nossa farsa aqui na Suécia, onde todo mundo finge ser o que não é e ninguém tá nem aí pra vida de ninguém. Frodo resolveu receber algumas pessoas hoje à noite pruma reuniãozinha informal, eu avisei que hoje estou atacado, ele falou que não importa, então tá, convidou seus amigos suecos que tem em comum o fato de importarem puros sangues fudedores da América Latina, chegaram Stefan com sua esposa, a poderosa feiticeira bahiana que já comentei, e Ane Marie, coroa arretada acompanhada de seu negão cubano que deve ter uns 30cm de pica, o que me deixa nervoso, não de inveja é claro, porque eu só não nasci negão por um desses mistérios da genética, depois foram chegando nossos amigos famosos , Al Gore, que compartilha com Frodo o gosto pela causa ecológica, e trouxe com ele seus animais de extimação inseparáveis, um urso polar, uma gibóia, um tamanduá, um rinoceronte, um unicórmio e uma arara de duas cabeças, depois chegaram Bono Vox e Bob Dylan, que estão tendo um caso secreto e vão adotar uma criança aidética do Timor Leste, porque Bono morre de inveja da Angelina Jolie depois que ela catou o Brad Pitt, eis que para meu total desbunde e emoção, adentra o apartamento Kurt Cobain, é meus amigos, Kurt não morreu, ele fingiu o suicídio para viver longe de toda essa maquinaria da mídia que ele tanto abominou, assim como fizeram Jim Morrisson e Elvis que fugiram para África para serem traficantes de armas como Rimbaud e viverem seu amor longe dos holofotes, mas isso é outra história, quando eu vi Kurt, pirei, fui logo lembrando que eu estava lá no show do Nirvana no Brasil quando ele mostrou o pau pras cameras da globo e cuspiu na cara do Brasil inteiro, ele me esnobou e foi prum canto injetar um pouco de heroína, então chegou a velha neurótica da porta ao lado, e logo em seguida Quentin Tarantino que a a gente empurrou pra fazer companhia pra velha, Tarantino como bom alcólatra começou a servir drinks estranhos, e todo mundo foi ficando bem louco, o cubano revelou-se uma pessoa intragável, não deixando ninguém falar, e enumerando suas incontáveis habilidades, mas quando ele falou que o carnaval cubano era melhor que o brasileiro, eu fiquei realmente irritado, subi em cima da mesa e o desafiei prum duelo de pica, abaixei minhas calças para o deslumbre geral, Bob Dylan teve que segurar Bono pelos cabelos, que ficou babando querendo cair de boca imediatamente, o cubano tentou escapar de todas as maneiras, mas Tarantino que é realmente um cara durão e porra louca, ameaçou chamar seus amigos barra pesada de ”Cães de aluguel”, quando o cubano lembrou da cena de tortura com direito a orelha decepada, subiu rapidinho na mesa e abaixou as calças, foi risada geral, o negão carregava um cotoquinho preto no meio das pernas, aí eu cresci mais ainda pra cima dele, vai dar o rabo pro Fidel Castro seu cubaninho escroto prepotente, botei Ane Marie de quatro e comecei a fuder ela no cú, ele caiu de joelhos e começou a chorar, aí eu tirei a pica e acertei um jato de porra bem no seu olho, todos aplaudiram e a festa continuou bem mais animada, eu fui fumar um cigarrinho com Tarantino e aproveitei pra elogiar seu novo filme ”Death Proof”, que é do caralho, cheio de todos seus fetiches característicos, incluindo closes de pés, diálogos sagazes, música cool estranha e mulheres grandes e gostosas, e foi então que Frodo me revelou sua maior surpresa da noite, aproveitando que a velha neurótica já estava mais pra lá do que pra cá, levamos todo mundo pro terraço, local do trauma, e derrepente adentra o local um grupo de sadomasoquistas carregando velas e pingando cera quente no corpo, rodearam a velha e começaram a pingar cera nela, logo em seguida entra um grupo de sapateado flamenco quebrando tudo, o lugar fica quente, e a velha é tomada de um surto frenético e começa a pingar vela no corpo inteiro, sapateando abraçada com os dançarinos flamencos, depois ela se pendurou no meu pescoço e me beijou todo com a boca cheia de cera gritando eu te amo eu te amo, em sueco é claro, fiquei extasiado, minha vingança estava efetuada, depois foi a hora da surpresa para Al Gore, os masoquistas abriram suas pernas e começaram uma longa sessão de fist, para quem não sabe, trata-se de um fetiche muito popular, que consiste em introduzir o braço no ânus do companheiro, sabe-se também que os adeptos da prática começam introduzindo dedos, depois mão, depois braço,depois dois braços, depois objetos, etc, etc, etc, Al Gore foi ficando enlouquecido com aquilo, bradando uns cânticos estranhos que Frodo identificou como sendo de uma tribo aborígena obscura da Austrália, mandou buscar a gibóia que ele prontamente enfiou toda no rabo, quando ele começou a mandar buscar os outros bichos nós percebemos que a coisa ía ficar realmente bizarra, eu propus descermos pra sala para discutirmos o desmatamento na Amazônia como gente civilizada, mas depois dos drinks, performance sadomaso, sapateado, fist, já estavam todos em transe e resolveram se entregar ao excesso total, Ane Marie e a feiticeira Bahiana começaram a injetar heroína uma na outra se beijando e sapateando sobre o corpo do cubano que gemia humilhado, Kurt Cobain e Tarantino e Stefan faziam uma tripla penetração na velha, um pau na boca, outro no cú, outro na buceta, ela nunca foi tão feliz em toda sua vida, Bob Dylan e Bono se juntaram com Al Gore que a esta altura estava sentado na cabeça do unicórnio com o chifre todo dentro metendo os braços no rinoceronte, enquanto Bob enfiava a tromba do tamanduá no cú e chupava o pau do urso polar, e bono com as duas cabeças das araras introduzidas cantava”…in the name of love…what more in the name of love?...”, os masoquistas estavam comendo sua própria merda e chicoteando os dançarinos que sapateavam sangrando por cima de todos, eu e Frodo assistíamos a tudo encantados com tamanha fúria descontrolada de nosssos amigos, mijávamos em cima deles e jogávamos confete e serpentina e cocaína para o alto, era um espetáculo ímpar de liberdade e prazer de tantas personalidades distintas entregues a lúxuria orgiástica, acabamos todos enrroscados como um bolo de carne cheio de porra. Foi realmente uma reuniãozinha muito divertida, é assim aqui na Suécia, depois de alguns drinks, as pessoas se soltam, e são capazes de coisas que até Deus dúvida, no dia seguinte ninguém comenta nem lembra de nada, amnésia total, mas também quem iria acreitar que Al Gore esteve no nosso sótão praticando fist com uma gibóia? E que trepar com camisinha é 100% seguro? E quem acredita que eu tenho uma pica maior que a do negão cubano da Ane Marie? E quem vai me garantir que Kurt Cobain está realmente morto se ninguém viu o corpo dele? Você acredita em unicórmios? E que a Amazônia foi vendida pros norte-americanos? Acredite se quiser, e desminta se puder, se você nunca enfiou nem um dedinho no seu cú nem no de ninguém, azar o seu, mas se for tentar agora, cuidado, é uma prática altamente viciante.

G.Q.



1 comment:

Alma de Poeta said...

maravilhoso!